O conhecimento da dimensão da produção de bens alimentares em Portugal nas suas várias vertentes é um elemento indispensável na formulação de políticas ou estratégias que visem combater eficazmente a fome, a insegurança alimentar e a má nutrição. Do ponto de vista económico, é igualmente importante saber até que ponto a produção nacional assegura a auto-suficiência alimentar do país.

Por outro lado, tendo em conta que a grande maioria dos produtos alimentares consumidos em Portugal pode ser encontrada no comércio durante todo o ano em resultado de serem produzidos em estufas ou importados, perdeu-se em grande medida a noção de que existem épocas, ciclos de produção e regiões próprias a cada produto. 

 

O conhecimento sobre a sazonalidade, a disponibilidade nos mercados e a origem dos produtos, em particular os provenientes da produção local, pode ser determinante nas escolhas dos consumidores e contribui para uma crescente sensibilização relativamente às questões ambientais e à sustentabilidade do sistema alimentar.

 

É nesta perspectiva que se apresentam os calendários e dados estatísticos relativos à produção nacional de bens alimentares

Nestes quadros e calendários procuramos apresentar toda a informação disponível sobre a produção nacional das várias categorias de produtos alimentares e a respectiva distribuição territorial. O objectivo é mostrar de forma clara e compreensível o que se produz e consome em Portugal no que se refere a produtos animais (incluindo as espécies piscícolas) e vegetais, bem como a sazonalidade, a localização geográfica e o valor económico desses produtos.

Estabeleceram-se assim dois grandes capítulos a que, por facilidade de expressão, chamamos produtos “Da Terra” e produtos “Da Água”

Da terra

No capítulo “Da Terra”, por sua vez subdividido em produtos “Da Horta”, “Do Pomar”, “Da Seara” e “Do campo” incluem-se os calendários relativos à sazonalidade dos diversos produtos vegetais e animais, respectiva distribuição geográfica e valor económico.
 

Da água

 

No capítulo “Da Água”, que se subdivide em produtos “Do Mar”, “Do Rio” e “Da Aquicultura”, encontram-se as informações sobre sazonalidade, distribuição geográfica e valor económico aplicáveis às principais espécies piscícolas, crustáceos e bivalves produzidos e consumidos em Portugal.

Subscreva a nossa newsletter

Se deseja receber informação actualizada sobre a Aliança Contra a Fome e Má-nutrição Portugal, por favor insira o seu email:

Subscrever Newsletter